(62) 3956-7600     Segunda à sexta-feira das 9 às 17 horas    

Palestra - Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica

Colaboradores do 1ºRIGO são orientados sobre procedimentos para receber denúncia de violência doméstica

30 de novembro de 2021

Como parte da campanha Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica, o Registro de Imóveis da 1ª Circunscrição de Goiânia (1ºRIGO) trouxe, no dia 30 de novembro, a delegada da 1ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (1ª DEAM), Josy Guimarães, para orientar os(as) colaboradores(as) dos setores de Atendimento e da Ouvidoria sobre como proceder ao receber uma denúncia de violência doméstica. 

Antes de passar as orientações, a delegada explicou como ocorre a violência doméstica e destacou a importância de vários locais, como os cartórios, darem abertura para a vítima pedir ajuda. Josy Guimarães relatou que muitas mulheres nessa situação são isoladas do convívio social e vêem como oportunidade de pedir ajuda quando precisam realizar serviços diversos que exigem sua presença. 

“Mulheres que estão em situação de violência doméstica, normalmente o homem a mantém em cárcere privado e ele não deixa ela sair de casa para nada. Supermercados, farmácias… ele que faz todos esses serviços para ela. Contudo, há locais em que precisa da mulher. No cartório, por exemplo, dependendo do tipo de serviço, precisa da mulher junto e não pode ser o cônjuge sozinho. São nessas oportunidades que ela vai pedir socorro”, explica.

No final de outubro deste ano, o 1ºRIGO aderiu à Associação dos Notários e Registradores do Brasil (ANOREG/BR) e está promovendo também a campanha Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica. Dessa forma, os colaboradores são orientados a acionarem a Polícia Militar ao identificar o sinal de “X” vermelho na palma da mão e acolher a vítima.