Serventia realiza comemoração do Dia da Mulher

11 de março de 2019

Evento contou com a participação de todas as colaboradoras do Cartório.

“Hoje, celebramos o poder e o potencial das mulheres e meninas como inovadoras. Queremos que elas se inspirem, inovem e influenciem todo o sistema de inovação” fragmento do discurso de Phumzile Mlamb-Ngcuka, diretora executiva da Un Women, New York, dia 8 de março, no lançamento do documento “Transformando promessas em ação: Igualdade de Gênero na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”. Para compreendermos o que Phumzile disse, precisa-se deixar claro que o “empoderamento das mulheres” esta na ação que consiste o posicionamento das mulheres em todos os campos sociais, políticos e econômico, garantindo que possam estar cientes sobre a luta pelos seus direitos, como a total igualdade de gêneros.
Pensando na luta que representa o dia da mulher, o 1º Cartório de Registro de Imóveis, no dia 06 de março, trouxe uma palestra, para as colaboradoras sobre o tema “O Poder Feminino”, ministrado de forma leve e com toque de humor pela Raquel Malaghetta, Graduada em Psicologia, Formação em Hipnose Clinica e Terapia Sexual. Ela trouxe assuntos como: O papel da mulher dentro das organizações, Técnicas para potencializar a autoestima e autovalorização e Como vencer a procrastinação para uma melhor qualidade de vida, tendo como objetivo despertar a força e união feminina.
Perguntada sobre a palestra, a colaboradora Ana Carla, do Cedoc, disse que “O tema foi muito interessante porque além de qualquer outra coisa, abrangeu a parte mais essencial de uma mulher, a autoestima… Acredito que a base do poder feminino está ligada ao autoconhecimento de si mesma… É de suma importância que as mulheres entendam e aprendam a desenvolver esse autoconhecimento para alcançarem níveis inimagináveis, nos relacionamentos, trabalho, família e dentro de si mesmas”.
E a colaboradora Rejane, do Registro, disse “Acredito que sempre é muito valido ressaltarmos a importância do papel da mulher na sociedade… Achei bem bacana a empresa ter essa iniciativa de levar um pouco mais de informação sobre feminismo, poder feminino e direito da mulher. Vejo muitas mulheres criticando o movimento feminista por pura falta de esclarecimento, então quanto mais falarmos disso, mais as mulheres poderão conhecer e se identificar com a causa e se engajar”.
Sabe-se que palestras e iniciativas como essa contribuem de forma positiva no ambiente profissional, pois segundo Ana Carolina Querino da ONU Mulheres do Brasil, em entrevista a Globo News, disse sobre como as empresas podem empoderar as mulheres e que a igualdade de gênero é boa para os negócios. Que, possamos partir do pressuposto da ONU Mulheres de que a inovação e tecnologia criem oportunidades sem precedentes para as mulheres e meninas desempenharem papéis ativos, buscando o alcance da igualdade de gênero. Que o dia 8 de março sempre seja lembrado como LUTA pelos direitos e igualdade, que mulheres e homens possam juntos estar empenhados em garantir tais direitos e igualdade.

Tinoco, L.S.